LPOP ep. 63 - Coreia do Norte acusa EUA de 'não ceder' em discussões sobre programa nuclear

10.11.2019 - By The Learn Portuguese Online Podcast

Download our free app to listen on your phone

Coreia do Norte acusa EUA de 'não ceder' em discussões sobre programa nuclear

Um dia depois de ter anunciado a retomada do diálogo, a Coreia do Norte lançou um novo míssil balístico mar-terra, depois de ter multiplicado os testes de mísseis de curto alcance nos últimos meses.

Os dois países não chegaram a um consenso nas discussões retomadas no sábado (5), na Suécia, sobre o programa nuclear norte-coreano.

Pyongyang acusa Washington de não ceder em alguns pontos "e não trazer nada de novo", como a flexibilização das sanções.

A reunião de sábado (5) foi a primeira tentativa de retomar o diálogo entre os dois países depois do fracasso da cúpula de Hanói, em fevereiro, entre o presidente americano, Donald Trump, e o dirigente norte-coreano, Kim Jong-un.

Em Estocolmo, o enviado da Coreia do Norte, Kim Myong Gil, e o dos Estados Unidos, Stephen Biegun, participaram de um encontro promovido pelo enviado especial sueco, Kent Harstedt.

O governo americano afirma que as discussões, que duraram oito horas e meia, foram produtivas, e convidou os norte-coreanos para um novo encontro dentro de duas semanas. As duas delegações se reuniram em uma propriedade localizada em uma ilha na capital sueca, a poucas centenas de metros da embaixada norte-coreana.

Mas, 24 horas após ter anunciado a retomada do diálogo, a Coreia do Norte lançou um novo míssil balístico mar-terra, depois de ter multiplicado os testes de mísseis de curto alcance nos últimos meses.

Para EUA, discussões foram positivas

"As negociações não atenderam às nossas expectativas e fracassaram, não resultaram em progresso algum. Isso se deve unicamente aos Estados Unidos, que não abriram mão de sua atitude habitual", declarou Kim Myong Gil, diante da embaixada norte-coreana em Estocolmo.

"Os Estados Unidos alimentaram as expectativas fazendo propostas de enfoque flexível, com métodos novos e soluções criativas. Mas nos decepcionaram muito e esfriaram nosso entusiasmo para dialogar ao não trazerem nada para a mesa de negociações", acrescentou o enviado.

Washington optou por minimizar o fracasso, e a porta-voz do Departamento de Estado americano, Morgan Ortagus, disse que as discussões foram "boas". "Os comentários feitos mais cedo pela delegação da Coreia do Norte não refletem o conteúdo nem o espírito da discussão de sábado, que durou oito horas e meia. Os Estados Unidos levaram ideias inovadoras e tiveram boas discussões com seus homólogos norte-coreanos", afirmou em um comunicado.

Além disso, ele afirmou que os Estados Unidos aceitaram o convite da Suécia para voltar a Estocolmo dentro de duas semanas para continuar as discussões. As duas delegações se reuniram em uma propriedade localizada em uma ilha na capital sueca, a poucas centenas de metros da embaixada norte-coreana.

Reunião na ONU

França, Reino Unido e Alemanha pediram uma reunião a portas fechadas do Conselho de Segurança da ONU, que deve ser realizada no início desta semana, para manter a pressão em Pyongyang depois do que eles consideram uma "violação grave" resoluções da ONU. A Coreia do Norte está sujeita a três tipos de sanções econômicas adotadas pela ONU em 2017, para forçá-la a interromper seus programas de armas nucleares e balísticos. Essas medidas dizem respeito principalmente às limitações e proibições de importação de petróleo relacionadas às exportações norte-coreanas de carvão, pesca ou têxtil.

Source: G1

---

Send in a voice message: https://anchor.fm/learnportugueseonline/message
Support this podcast: https://anchor.fm/learnportugueseonline/support

More episodes from The Learn Portuguese Online Podcast